MILLE MODAS

MILLE MODAS

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Paysandu 2 x 1 MAC

Fim de jogo: Paysandu 2 x 1 MAC (Foto: DOL)

Paysandu e Maranhão voltam a se enfrentar nesta quarta-feira dia 16, às 20 horas e 30 minutos, no Mangueirão, em Belém. O Paysandu, classificado no confronto, após vencer por 2 a 1 de virada, disputará a etapa seguinte da Copa do Brasil com o vencedor de Brasília-DF e Sport Recife-PE, que jogam nos dias 30 de abril e 7 de maio

Blog do Odecy Guilherme

Fonte DOL

Acusado confessa ter matado padre durante sexo

Acusado confessa ter matado padre durante sexo (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Paulo César Oliveira Santos, 22 anos, foi preso nesta quarta-feira dia 16 por envolvimento no assassinato do padre Paulo Machado de Oliveira. O crime ocorreu em janeiro deste ano, na quitinete onde morava a vítima, na travessa Lomas Valentinas com avenida Pedro Miranda, no Bairro da Pedreira, em Belém. O acusado confessou o crime.

O delegado Claudio Galeno, da Divisão de Homicídios, explica que o padre estava afastado por determinação do Vaticano após ter sido preso, em Altamira, sudoeste do Pará, acusado de abusar sexualmente de um adolescente, em 2012.

Depois, Paulo Machado passou a morar em Belém. Segundo a delegada Maria Lúcia Santos, que tomou o depoimento de Paulo César, ele alegou ter convivido durante três meses com a vítima. Conforme ele, o crime foi premeditado. O acusado pretendia roubar pertences do padre.

Durante relacionamento sexual, a vítima foi morta por asfixia, com o uso de dois sacos plásticos. O corpo foi colocado dentro de uma caixa de papelão, que foi vedada com fita crepe e encoberta com o uso da cortina do banheiro. Após o crime, o acusado fugiu do local, levando uma caixa amplificadora de som, R$ 100 e o telefone celular de Paulo Machado. Foi por meio das investigações que a equipe policial localizou o aparelho celular, na casa da avó do acusado, em Belém.

O acusado foi preso quando recebia roupas das mãos da mãe, em uma parada de transporte coletivo, na esquina das avenidas Alcindo Cacela e Governador José Malcher, em Nazaré. O preso vai responder pelo crime de latrocínio.

Blog do Odecy Guilherme
(DOL com informações da Polícia Civil)



HOMEM É DETIDO AO SER FLAGRADO POR POPULARES PRATICANDO SEXO COM UMA ÉGUA



No tarde de domingo dia 13, por volta das 15 horas, populares acionaram a polícia dando conta que um homem estaria mantendo relações sexuais com um animal do tipo égua.

O policiamento se deslocou para o local indicado e flagrou a pessoa de Josuel Batista Tavares, vulgo "Cachorrão" já vestindo a roupa. Foi dada voz de prisão ao mesmo e conduzido até a Delegacia de Polícia de São Rafael, onde o mesmo irá responder por maus tratos a animais.

Na hora de sua prisão a população se referia ao mesmo como sendo o Beto Carreiro rafaelense, assim já é demais!

Por: Blog do Jair Sampaio/Extraido do Blog do Manoel Silva.


Operação tapa buraco inicia repleta de falhas em Capanema

Pressão esta e a lei não é de agora que sabemos que administração do município de Capanema só funciona sob pressão. Depois de muitas reclamações, criticas e matérias da imprensa, a prefeitura municipal começa a operação tapa buraco mais com muita falha e falta de compromisso com trabalhador. O paliativo começou pelas principais avenidas de Capanema  máquinas estão na pista, tentando resolver as gigantescas crateras que foram formadas. No entanto, o trabalhador de forma inadequada esta realizando esta operação e ainda correndo risco de vida sem nenhum planejamento  como pode se observado pelas imagens e video clique aquihttp://http://www.youtube.com/watch?v=0YbQXbWJOsE Fonte TV Amazônia

Polícias Civil e Militar prendem 13 envolvidos em crimes em São Miguel do Guamá

Presos

As Polícias Civil e Militar divulgaram, nesta quarta-feira, 16, as prisões de 13 pessoas envolvidas em diversos tipos de crimes, na região de São Miguel do Guamá, nordeste paraense. Eles são acusados dos crimes de tentativa de homicídio, roubo, tráfico de drogas, violência doméstica e furto. Entre os presos está Cristi Bruno Almeida da Silva, de apelido "Bruno", por tentativa de homicídio. Ele é acusado de fazer um disparo de arma de fogo contra a ex­-namorada e de ter agredido fisicamente a vítima. Sob acusação de tráfico de drogas, foram presos Orivaldo Mendes da Silva, 23 anos; Julian Trindade Travassos, conhecido como "Preto da Baixada", e Francisco Lopes da Paixão, de apelido "Neném". Destes, Julian é foragido do presídio de Paragominas.

Já Francisco Paixão também responde a processo criminal acusado de envolvimento em um homicídio contra o vigia de uma serraria. Ele teria sido preso anteriormente em Paragominas e Abaetetuba com nomes falsos. Ainda, durante as ações policiais, foi preso, por furto em uma residência, Joelma da Costa Santos, 23, e Dayseane Corrêa Pompeu, 22, que saquearam peças de roupas de marca do interior do imóvel. As operações integrantes também desarticularam um esquema de arrombamentos de estabelecimentos comerciais na cidade.

Márcio Marinho Ramos, 25; Sebastião dos Anjos Pereira, 24; Mizaerlem Castro de Souza, 21, de apelido “Miza”, e Timoteo Figueiredo Nogueira da Silva, 23, conhecido como “Correria”, foram presos apontados como envolvidos nos crimes. As ações policiais combateram ainda a prática de violência doméstica contra a mulher. Cleiton Santos de Oliveira Cavalcante, 26, foi autuado em flagrante após agredir fisicamente a ex­-companheira.



As Polícias Civil e Militar divulgaram, nesta quarta-feira, 16, as prisões de 13 pessoas envolvidas em diversos tipos de crimes, na região de São Miguel do Guamá, nordeste paraense. Eles são acusados dos crimes de tentativa de homicídio, roubo, tráfico de drogas, violência doméstica e furto. Entre os presos está Cristi Bruno Almeida da Silva, de apelido "Bruno", por tentativa de homicídio. Ele é acusado de fazer um disparo de arma de fogo contra a ex­-namorada e de ter agredido fisicamente a vítima. Sob acusação de tráfico de drogas, foram presos Orivaldo Mendes da Silva, 23 anos; Julian Trindade Travassos, conhecido como "Preto da Baixada", e Francisco Lopes da Paixão, de apelido "Neném". Destes, Julian é foragido do presídio de Paragominas.

Já Francisco Paixão também responde a processo criminal acusado de envolvimento em um homicídio contra o vigia de uma serraria. Ele teria sido preso anteriormente em Paragominas e Abaetetuba com nomes falsos. Ainda, durante as ações policiais, foi preso, por furto em uma residência, Joelma da Costa Santos, 23, e Dayseane Corrêa Pompeu, 22, que saquearam peças de roupas de marca do interior do imóvel. As operações integrantes também desarticularam um esquema de arrombamentos de estabelecimentos comerciais na cidade.

Márcio Marinho Ramos, 25; Sebastião dos Anjos Pereira, 24; Mizaerlem Castro de Souza, 21, de apelido “Miza”, e Timoteo Figueiredo Nogueira da Silva, 23, conhecido como “Correria”, foram presos apontados como envolvidos nos crimes. As ações policiais combateram ainda a prática de violência doméstica contra a mulher. Cleiton Santos de Oliveira Cavalcante, 26, foi autuado em flagrante após agredir fisicamente a ex­-companheira.

O trabalho policial tirou de circulação das ruas da cidade dois acusados de roubos. Antônio Marcos dos Santos, 25, e Antonio Jonathas Albuquerque Lima, 20, de apelido “Jonh Jonh", foram presos em flagrante após os delitos. Outros envolvidos em crimes estão sendo investigados na região por policiais civis de São Miguel do Guamá sob comando do delegado Ronaldo Lopes e por policiais militares sob comando do major Roberto França. As operações seguem determinação da Diretoria de Polícia do Interior e da Superintendência Regional da Polícia Civil de Castanhal.

Blog do Odecy Guilherme

Informações Polícia Civil do Pará

Pai, madrasta e amiga são suspeitos de matar menino de 11 anos no RS.

Corpo de menino desaparecido em Três Passos, RS, será enterrado em Santa Maria, RS (Foto: Reprodução/RBS TV)


Uma amostra de terra pode ajudar a Polícia Civil de Três Passos, no noroeste do Rio Grande do Sul, a esclarecer quem enterrou o menino Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos, em um matagal em Frederico Westphalen, cidade a 80 km de distância, no norte do estado.

O corpo do menino foi encontrado no local na segunda-feira dia 14. Ele estava desaparecido desde o dia 4 de abril. O médico Leandro Boldrini, pai do garoto, a madrasta, Graciele Ugolini Boldrini, e a amiga do casal Edelvania Wirganovicz são suspeitos do crime e estão presos temporariamente.

De acordo com a delegada Caroline Virginia Bamberg, responsável pela investigação, a Polícia Civil vai solicitar ao Instituto-Geral de Perícias (IGP) que a amostra de terra retirada do local onde o garoto foi enterrado seja comparada com os resíduos de terra encontrados no carro da madrasta. O veículo da enfermeira foi apreendido pela polícia.

Nesta quarta-feira-feira dia 16, Caroline afirmou que vai pediu ao IGP que dê prioridade aos laudos sobre o caso. A intenção dela é concluir o inquérito em 30 dias, mas não descarta um pedido de prorrogação. “Quanto mais rápido for, melhor para nós”, afirmou a delegada.

A polícia também recolheu remédios na casa onde Bernardo morava com o pai, a madrasta e uma criança de um ano, filha do casal. A polícia acredita que o menino tenha sido morto com uma injeção letal, o que ainda precisa ser confirmado pela perícia. Também é investigada a possibilidade de o menino ter sido dopado com medicamentos. “Quero ter a conclusão do que causou a morte do menino e qual substância foi usada em 20 dias”, acrescentou a delegada.

Na terça-feira dia 15, a polícia também fez buscas na casa onde mora a assistente social Edelvania Wirganovicz, em Frederico Westphalen. No local, foram apreendidas uma pá e uma cavadeira manual, que podem ter sido utilizadas para escavar a cova onde o menino foi enterrado. Foi a amiga do casal quem revelou a localização do corpo, diz a polícia. As ferramentas também passarão por perícia.

Blog do Odecy Guilherme
Fonte G 1




Menina morre após tomar remédio errado durante crise de asma

Andriza Oliveira da Silva precisava inalar um broncodilatador (Foto: Reprodução/RBS TV)

Uma adolescente de 14 anos morreu na segunda-feira dia 14 após ter inalado um remédio errado durante uma crise de asma. O corpo de Andriza Oliveira da Silva foi enterrado na terça-feira dia 15 em Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre, onde ela morava.

A garota precisava inalar um bronco dilatador, mas acabou usando, na nebulização, um colírio para glaucoma, que faz o efeito contrário. "O medicamento provoca obstrução dos brônquios, diminui a eficiência do trabalho cardíaco e pode dar complicações cardiovasculares", explica a farmacologista Leila Moreira.

O colírio foi comprado por uma irmã de Andriza, de 10 anos, enquanto a mãe estava no trabalho. "A receita foi levada com um bilhete com o nome do remédio, que não tinha nada a ver com o que retornou à residência da menina", diz o primo de Andriza, Rodrigo Barbosa da Silva.

A família registrou um boletim de ocorrência sobre o caso. A polícia também pediu ao Instituto Geral de Perícias laudos complementares sobre o que provocou a morte da adolescente. A certidão de óbito diz que ela foi vítima de um "edema pulmonar agudo", ou seja, excesso de líquido nos pulmões provocado por insuficiência cardíaca. Entretanto, o documento não esclarece se o uso da medicação errada pode ter influenciado para que isso ocorresse. O texto apenas informa que esses exames devem ficar prontos em 3 meses.

A delegada vai ouvir a vendedora e a farmacêutica. Além disso, já ouviu informalmente o dono da farmácia. O proprietário não foi localizado para comentar o ocorrido. Já a rede da qual a farmácia é associada disse que está ciente do fato, mas ainda não divulgou uma posição oficial.

Blog do Odecy Guilherme
Fonte G 1